Blog interessante

Pessoal,

Um amigo criou o blog The Grumpy World, com críticas ácidas às mazelas brasileiras. Essas críticas ácidas são resultados compatíveis com os graves problemas políticos, sociais e comportamentais do Brasil.

Indico a todos que coloquem em seus Readers da vida: http://grumpyworld.wordpress.com/

Afinal, você pode não concordar com as opiniões expressas por ele. Mas que os problemas estão lá, disso não há dúvida!

Abraço,

Edu

Anúncios

Enfim, está chegando o fim

Quase dois anos! Ninguém merece! Mas hoje, finalmente, recebemos o pedido de envio dos passaportes e pagamento da taxa final do consulado. Ufa! Agora falta pouco, mas só quem passa por esse processo tem noção do que eu estou falando.

Amanhã mesmo vamos pagar a taxa (míseros R 1.800,00) e enviar os passaportes por Sedex 10. Os preparativos para a viagem já estão tomando forma e dentro em breve poderemos até marcar a passagem!

Enfim, está chegando a hora, e já não era sem tempo!

Beijos e uma ótima semana para todos (pra nós vai ser, com certeza),

Andréa

Comentando os comentários

Muita polêmica, indignação e solidariedade nos comentários do post anterior sobre o problema com a Claro. Vou tentar esclarecer aqui algumas indagações. A empresa diz que eu não paguei. Mas não há dúvida de que paguei. Ainda me lembro que paguei no caixa fazendo um depósito identificado, já que os boletos não chegavam nem com reza brava. E é claro que esse papelzinho já encontra-se em estado de decomposição.

Estou indignado. Não pela grana em si, mas pela forma como as empresas tratam seus clientes. AS EMPRESAS NO BRASIL NÃO SABEM LIDAR COM A SUA CARTEIRA DE CLIENTES. Quando aparece uma que tenta fazer um trabalho sério, é até de se espantar. A Claro sempre me desrespeitou quando era cliente. Agora continua a me desrespeitar.

Bom, surgiram algumas dúvidas e sugestões nos comentários. A verdade é que vou ‘entubar’ esse prejuízo, pois estamos no limite de conseguir nossos vistos e partir para o Canadá. Portanto, não quero me estressar além do limite que uma mudança de país já o faz. Não vou a um pequenas causas ou algo parecido, pois, por mais rápido que seja, pode acabar sendo um fator de atraso para embarcarmos. E não quero embarcar com nenhum tipo de pendência por aqui.

Já falamos com meio mundo lá dentro da Claro. Falamos com todos os setores várias vezes, já que, misteriosamente, a ligação cai. Os atendentes são despreparados, justamente para não resolver o seu problema. Trabalhei uma época com uma pessoa que havia trabalhado na Telemar e ela me assegurou que o seu problema só é resolvido se você fizesse a reclamação pela central e também reclamasse ou com a Anatel ou com o Defesa do Consumidor do jornal O Globo. Se você não fizesse isso, certamente não teria seu problema resolvido. Nesse caso da Claro, nem isso adiantou. Eles solenemente defecaram e caminharam para ambas. Enfim, como sempre falo para a Andréa, “calma que tá acabando”…

Vou realizar um pagamento que já fiz. Mas aqui no Brasil é comum isso, já que pagamos imposto de renda, INSS, imposto em tudo o que consumimos e sempre temos que pagar por educação, saúde, segurança…

 

Abraços, 

Edu

Claro que você está errado!

É por estas e outras que esse país não vai pra frente. Não é à toa que o Brasil é tão mal visto lá fora. As empresas não respeitam os clientes mesmo. De forma alguma. O fato que relato a seguir aconteceu com a empresa Claro, de telefonia celular. Mas poderia acontecer com qualquer outra, já que isso é prática comum por aqui.

Tive uma conta da Claro durante alguns anos. Após ser praticamente obrigado a migrar da tecnologia TDMA para a GSM, minhas contas pararam de chegar a minha casa (depois fiquei sabendo que isso aconteceu com muitos clientes). Nos três primeiros meses, o otário que vos fala foi até a loja da Claro, pegou filas, e pagou as contas. A partir do quarto mês, cansei dessa história e comecei a pedir segunda via das faturas. E elas também não chegavam!

E as contas foram atrasando. E todo mês eu ligava para pedir a 2ª via da fatura e nada. Pois bem, a história ficou assim por mais de um ano. Em 2005, desisti de tentar mais alguma alternativa e resolvi cancelar o meu plano. A Claro, muito boazinha, só me cobrou os últimos seis meses de contas. O resto ela iria desconsiderar. O pagamento foi parcelado em três vezes e a partir do último pagamento, o telefone seria cancelado. Aceitei e assim o fiz. Paguei as três parcelas, por meio de depósito com identificador e o telefone foi cancelado.

Só que no início de maio deste ano, chegou uma fatura da Claro, me cobrando a última parcela da tal conta, depois de quatro anos. Não tenho o comprovante de pagamento, pois foi feito no caixa automático e aquele papel não dura mais que dois anos. E não tenho como provar que paguei. Que paguei isso eu paguei, senão o telefone não seria cancelado. Já viram alguma operadora cancelar uma conta que está em débito? É, isso não é desculpa para a Claro. Reclamei na Anatel e pela Defesa do Consumidor do jornal O Globo. Eles ligaram para falar que eu realmente tinha que pagar.

Pois é. Hoje em dia é melhor pagar e ponto final do que ter o nome em serviço de proteção ao crédito e ter uma burocracia gigantesca para se livrar. Resolvi pagar e evitar problemas, já que nesse país você é culpado até que se prove o contrário.

 Abs,

Edu

Falam do porco, mas e o mosquito?

Sei que estou devendo um post há muito tempo, mas realmente não posso deixar de falar sobre essa tal gripe suína – agora também conhecida como H1N1. Claro que é preocupante o que vem acontecendo na América do Norte, são muitos os casos, o contágio acontece muito rapidamente e todos estão assustados. Mas não me assusta.

Quem vive no Brasil sabe que essa gripe suína não é nada se comparado à dengue. Essa sim é uma doença muito mais difundida pelo nosso país. Vamos comparar: Até agora registrada em 33 países, a gripe suína infectou pouco menos de sete mil pessoas. A dengue, só no Brasil, já deixou mais de 225 mil pessoas infectadas. E os dados são de janeiro até a primeira semana de abril. O H1N1 já matou 65 pessoas pelo mundo. Só na Bahia, de janeiro a abril, já foram 109 mortes.

O que mais me impressiona é o seguinte: estamos felizes na diminuição em quase 50% nos casos de dengue em relação ao ano passado, que teve neste mesmo período mais de 400 mil casos. Mas temos que nos preocupar com os oito casos da gripe suína por aqui. Mas é claro que tem que cuidar desses oito casos e dos outros que ainda podem aparecer. Mas e a dengue? E a meningite? Essas já são realidades por aqui, ora bolas!

A dengue já não impressiona tanto na mídia como essa outra doença, que veio importada de uma das regiões mais ricas do planeta. Agora, deixar a dengue de lado para colocar em destaque uma doença bem menos apavorante para nós? Pois é, esse é o Brasil…

OBS: Grande parte das 65 pessoas que morreram da gripe suína também estava com pneumonia, asma e outros problemas no aparelho respiratório.

Encontro de maio, mais despedidas

Mais uma despedida se aproxima. Dessa vez é o casal Renata e Dory e sua filhinha Olívia que estão de partida. Vão para Toronto/Mississauga no dia 5 de junho e a despedida será no próximo sábado, dia 16, no salão de festas de nossa amiga Flávia, na Barra.

Como sempre, quem quiser mais detalhes, por favor entre em contato por email ou deixe um comentário aqui, OK?

Beijos,

Andréa

Exames médicos a caminho

Depois de mais uma longa espera (tá, nem tão longa assim, mas pra nós foi…) nossos exames seguiram hoje para Trinidad & Tobago. Se tudo der certo devem chegar lá até o final da semana. Agora começa a espera mais aguardada de todas: o pedido dos passaportes!

Infelizmente o consulado está demorando mais que o normal para enviar esse pedido de passaportes. Em geral essa última fase levava de uma semana a 15 dias, mas agora está levando bem mais tempo, pois eles estão dando maior prioridade aos processos pós-fevereiro de 2008. Um absurdo? Sim, claro! Mas temos o que fazer além de esperar? Não! Então, lá vamos nós para a última espera e que ela seja breve!

Beijos e continuem torcendo por nós!

Andréa