Juntando os documentos

Pois bem, estamos na nossa peregrinação da juntada dos documentos. Por enquanto me parece que tudo está dentro do esperado. A grande maioria dos documentos já está em nossa posse e outros já estão bem adiantados. Agora é esperar todos ficarem prontos e mandar. Quase todos os documentos são muito fáceis de se conseguir. Alguns são mais complicados por conta de horário de funcionamento dos órgãos e da boa vontade das pessoas.

Esperamos enviar toda a documentação até o final de abril. O prazo é até meados de maio, mas é sempre bom dar uma adiantada para não ficar dependendo da esperteza da galera…

 Abs!

Anúncios

Fim de semana em Sampa II

Conseguimos mais um documento da lista interminável de documentos do processo… Ufa!

Como falamos no post anterior, tivemos que ir a São Paulo para que eu obtivesse o Atestado de Bons Antecedentes daquele estado. Fomos na sexta-feira, de ônibus, e ficamos hospedados na casa de amigos nossos (cariocas que moram em Sampa há um ano). Aliás, super obrigada, Hugo e Rachelle! Valeu pela acolhida!

Chegamos na madrugada de sábado (duas da manhã… com uma hora e meia de atraso!), fomos dormir às três (ficamos de papo com o Hugo, é claro…), e acordamos às oito no sábado pra ir logo pro Poupatempo de Santo Amaro. Chegamos lá antes das nove e já estava completamente lotado! Pegamos uma senha e fomos esperar pela nossa vez. Aliás, já repararam que ESPERAR é a palavra que mais se fala durante esse processo???

Lá pelas 11h30 – isso mesmo, quase três horas depois – fomos chamados e não levou mais do que cinco minutos pra que o documento ficasse pronto. Dá uma raiva!!! Tão rápido e ao mesmo tempo, tão demorado! Mas conseguimos o documento, isso é o que importa… Então, fiquem sabendo, pra quem mora em São Paulo, melhor ir num dia de semana. Aos sábados aquilo fica um formigueiro!

Na tarde de sábado ficamos com nossos amigos, almoçamos, demos uma descansada e resolvemos ficar em casa mesmo, vendo um filme no DVD. Estávamos bem cansados e tínhamos que acordar cedo no dia seguinte, pois o pessoal do processo que mora em São Paulo marcou um encontro no café da manhã. A Cinthia organizou tudo, chamou o pessoal, e nos encontramos às 9h30 na Ofner da Av. Ibirapuera. O encontro foi ótimo, depois vou colocar as fotos… Ficamos conhecendo o pessoal que está no mesmo barco, só que em outra cidade.

Alguns estão indo agora em março (Luciano e Aliadne); outros já estão com o visto na mão (Cinthia e Daniel); mas a maioria está mesmo aguardando o pedido dos exames médicos (Fábio e Val, por exemplo).

Enfim, nosso final de semana em Sampa foi super proveitoso. Revimos nossos amigos cariocas, conhecemos algumas das pessoas que moram na cidade e com as quais nos correspondemos por e-mail e, mais importante de tudo, conseguimos mais um documento do processo! Ou seja, missão totalmente cumprida!

Pra quem não é de São Paulo e precisa tirar o Atestado de Bons Antecedentes, algumas dicas:

1) O Atestado só sai na mesma hora pra quem tem RG de São Paulo (que é o meu caso); é possível até mesmo fazer uma procuração pra outra pessoa solicitar/retirar o documento.

2) Para quem tem RG de outro estado, leva cerca de 10-15 dias pra ficar pronto. Outra pessoa pode retirar o documento, mas não é possível fazer procuração para solicitá-lo. Tem que ser pessoalmente.

O Poupatempo tem um número de telefone para quem quiser tirar dúvidas: 0800 772 3633. Tem também um site, onde é possível saber os locais onde há o Poupatempo e outras informações: www.poupatempo.sp.gov.br.

Um abração a todos e uma ótima semana!

Andréa

Fim de semana em Sampa

É isso mesmo, teremos que passar o final de semana em São Paulo, para que eu possa pegar o Atestado de Bons Antecedentes de lá. O consulado exige antecedentes de todos os estados onde a pessoa morou por mais de seis meses após os 18 anos. Como morei em São Paulo por um ano e meio entre 1991 e 1993, tenho que ir até lá para conseguir o documento (o consulado não aceita que seja obtido pela Internet, tem que ser o original…!).

Vamos ficar hospedados na casa de um casal amigo, mas só o gasto com passagens (de ônibus, é claro!!), táxis, comida etc… é alto. Enfim, mais um valor a ser colocado na planilha de custos do processo.

Ainda bem que em São Paulo existe algo chamado “Poupatempo”, um local que centraliza vários órgãos (Detran, SSP etc) e facilita a vida da população. E o melhor, abre aos sábados, das 7h às 13h! Assim não precisei faltar no trabalho…

Depois conto aqui como foi nossa viagem e os detalhes para obtenção do documento.

Bjs,

Andréa

Inglês Canadense x Inglês Britânico x Inglês Americano

Mais um fruto das centenas de pesquisas sobre o Canadá. Dessa vez na área lingüistica… hehehehe… 

No site http://www.cornerstoneword.com/misc/cdneng/cdneng.htm é possível encontrar várias palavras em que a grafia ou pronúncia são diferentes no Canadá, na Inglaterra e nos EUA. Vale dar uma olhada.

Abaixo segue a introdução ao assunto, em Inglês, é claro:

“This page explains the major differences between Canadian English and its British and American compatriots, follows the debate over colour and color, talks about place names and French, then looks at some unique Canadian vocabulary and ends with a short essay on pronunciation and regional variations.

This is especially important in light of Microsoft’s error-filled “Canadian” speller, found in versions of MS Word.

The information is largely excerpted from Write Better, Right Now, our new book of effective writing tips and easy-to-understand grammar rules. You can also go to the Cornerstone home page for information about our writing, editing and PR services, or try our trivia quiz.”

No final ainda tem uma citação bem-humorada:

     “In Canada we have enough to do keeping up with two spoken languages without trying to invent slang, so we just go right ahead and use English for literature, Scotch for sermons and American for conversation.” — Stephen Leacock

Enjoy!

 Andréa

Dicas na hora de alugar

Estou tentando voltar a escrever com mais freqüência e comecei a relembrar alguns materiais que consegui durante nossas pesquisas sobre a vida no Canadá. Um fator importante para o imigrante é como fazer na hora de alugar um apartamento ou casa. Seguem abaixo algumas dicas que obtive no site http://www.soyouwanna.com/site/syws/toronto/torontofull.html. As dicas são para Toronto, mas acredito que se apliquem para qualquer outra cidade. Espero que aproveitem!

A primeira coisa a fazer antes de alugar um imóvel é visitar alguns bairros, seguindo seu próprio instinto e gosto. Ao gostar de alguma área específica, faça uma busca detalhada para conseguir um bom negócio por lá. Durante sua busca, alguns fatores devem ser levados em consideração:

– O aluguel é adequado para sua renda?

–  As lojas, academias de ginástica, cinemas e bares dessa localidade têm preços acessíveis? (Não importa o que se diga, a maioria das pessoas gasta seu dinheiro nos estabelecimentos próximos de casa.)

– O imóvel fica próximo do transporte público, especialmente se você não tiver carro?

– Se tiver filhos, como são as escolas próximas?

– Quem são os moradores da vizinhança? Yuppies, estudantes, torcedores dos “Leafs” (Maple Leafs, time de hóquei de Toronto)? 

– Onde você vai estacionar seu carro? Se o imóvel que você está cogitando não inclui estacionamento, é fácil estacionar na rua? E como é o acesso às principais “highways”? 

– Quem paga pelas “utilities”, isso é, água, eletricidade etc? Quais são essas “utilities”? O gás, por exemplo, é mais barato do que a energia elétrica e o preço do óleo flutua de acordo com o petróleo…

– Qual o valor médio que se paga pela energia nessa área durante o inverno? Lembre-se, Toronto pode ficar gelada, especialmente por causa do efeito do vento que vem dos lagos, então o gasto com aquecimento pode ser alto.    

– Qual a taxa de criminalidade da região? Ligue para a delegacia policial local para checar, pois o proprietário do imóvel pode não ser muito honesto com relação a esse quesito. Volte ao local à noite e veja se você se sente seguro por lá e pergunte a seus amigos que conhecem a cidade sobre esse aspecto.

É isso aí! Nada muito diferente do que faríamos ao comprar ou alugar um imóvel aqui no Brasil, mas nada como ter algumas dicas do pessoal local, só para termos certeza de que faremos tudo como manda o figurino.

 Beijos,

Andréa

Publicado em Geral. Leave a Comment »