Momento histórico na política canadense

Para quem acha que o cenário político do Canadá é desanimado, morno, nas últimas semanas isso mudou radicalmente. Em 14 de outubro o Canadá foi às urnas para votar em seus representantes, conforme falei aqui. Menos de dois meses depois dessa eleição, que manteve o Partido Conservador no poder mas sem maioria no Parlamento, os partidos de oposição (Partido Liberal, Novo Partido Democrata e Bloco de Quebec) formaram uma coalisão para tentar “derrubar” o atual Primeiro Ministro, Stephen Harper.

Segundo a oposição, Stephen Harper não está tomando as devidas providências para que o país consiga passar pela crise sem maiores problemas. Na verdade, Harper tomou algumas medidas que desagradaram a oposição, como o cancelamento de um fundo que financia os partidos.

Nas últimas semanas esse foi o assunto mais discutido pelos meios de comunicação no Canadá e não é para menos. Isso é uma tremenda reviravolta na política e a oposição tem o poder de destituir o Primeiro Ministro atual. Mas nem tudo é tão simples quanto parece.

Para quem ainda não sabe, o Canadá é regido pela Rainha Elizabeth, representada no país por um Governador Geral – atualmente uma Governadora Geral, Michäelle Jean – que tem poderes para contornar essa crise, por exemplo. Hoje, o Primeiro Ministro foi até ela para pedir que suspendesse as atividades do Parlamento por sete semanas, para que as coisas possam se acalmar e ele possa tentar reverter a situação junto à oposição.

E como era de se esperar, a Governadora Geral aprovou o pedido e o Parlamento está suspenso até o final de janeiro de 2009. Segundo os especialistas, isso é péssimo para o país, pois medidas urgentes de ajuda financeira às montadoras de automóveis serão adiadas, agravando ainda mais a crise econômica. Caso ela não aprovasse essa suspensão proposta por Harper, ele teria que convocar novas eleições, o que não seria nada bom para seu partido.

Tudo isso é muito diferente para nós, brasileiros, que não estamos acostumados ao sistema parlamentarista, mas é bem interessante de acompanhar os desdobramentos dessa situação. É um momento histórico para o Canadá, que só se utilizou desse artifício que ocorreu hoje pouquíssimas vezes no passado. Agora é esperar janeiro para ver o que vai acontecer…

Para quem quiser mais detalhes sobre o assunto, vale a leitura dos links abaixo:

Em inglês

http://www.cbc.ca/canada/story/2008/12/04/harper-jean.html

http://www.thestar.com/news/canada/article/548382

http://www.theglobeandmail.com/servlet/story/RTGAM.20081204.wparliamentday1204/BNStory/politics/home

Em português

http://noticias.uol.com.br/ultnot/afp/2008/12/04/ult34u215086.jhtm

http://www.estadao.com.br/internacional/not_int288549,0.htm

 

Boa leitura!

Andréa

2 Respostas to “Momento histórico na política canadense”

  1. Anne Caroline Says:

    É diferente mesmo.. Na verdade, acho mto confuso e essa “crise” só fez confirmar que política sempre atrai “dedos podres”, seja num país rico ou num emergente.. Sempre existirão pessoas interessadas em satisfazer seus próprios interesses… Vamor rezar pra que tudo se resolva da melhor maneira possível e que a gente – imigrantes e futuros imigrantes – não saia tão prejudicado nessa história td..

    Beijos…

  2. Coisinhas.NET » Blog Archive » Momento histórico na política canadense Says:

    […] para tentar “derrubar” o atual Primeiro Ministro, Stephen Harper. Seg Veja o post completo clicando aqui. Post indexado de: […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: